Revolução Sonora

O que entendemos por som vai mudar completamente… De novo!

De toda revolução tecnológica que vivemos dos anos 80 até hoje, uma das mais impressionantes talvez seja a do áudio. Foi impressionante ver a passagem das vitrolas aos CD-Players aos mp3 players, ver meros brinquedos de hoje superando teclados e baterias eletrônicas caríssimas de ontem.

Agora duas tecnologias prometem levar a coisa além do experimentado, além da mera extrapolação e miniaturização do que já existe e fazer o nunca antes visto. Mágica? Singularidade próxima?

Uma delas já está pronta e em comercialização, a HSS (Hyper-Sonic Sound). Ela permite produzir sons em linhas retas, com um resultado semelhante ao de raios de luz. Só quem está na frente do emissor consegue ouvir o som. É como aquele telefone de copo de plástico e barbante esticado… só que sem barbante e sem copo!

Para ter uma idéia de como isso pode ser usado, por exemplo, imagine uma pessoa andando num shopping. Quando ela sobe a escada rolante começar a ouvir anúncios enquanto está subindo, e esse som desaparece completamente assim que ela sai da linha reta na direção da escada. Ou imagine um aparelho de TV emitindo o som de dois ou mais canais diferentes para cada uma das pessoas na sala (e imagens diferentes também, o que também já existe, mas isso já é outra história).

Para produzir esse efeito, a tecnologia faz uso da capacidade que as ondas hipersônicas possuem de fazer o ar vibrar e produzir novos sons. Como as ondas hipersônicas são inaudíveis e direcionais, e como já desvendaram a matemática necessária para codificar qualquer som que se queira em ondas hipersônicas no transmissor para obter o resultado necessário, basta um software, um amplificador e caixa de som capaz de produzir os sons na faixa de hipersom para isso. Em dez ou quinze anos, quando as patentes expirarem, isso vai estar em qualquer lugar. Até o seu celular vai ser capaz de emitir sons dessa forma.

Até lá, já deverá estar pronto também o isolamento acústico perfeito, que está sendo pesquisado hoje em dia. Diferente do isolamento acústico que é feito atualmente, que consiste em usar materiais que absorvem a energia sonora e eliminam parte do som recebido, a idéia é desenvolver materiais capazes de refletir o som completamente. Em uma pessoa usando uma “capa” dessas em um show de rock, o som passaria por ela e voltaria a sua direção original, como se ela não estivesse ali. Aliás, é o mesmo princípio que estão tentando aplicar também na luz, para fazer uma capa de invisibilidade. Mas os cientistas acreditam que vão conseguir fazer isso primeiro com o som.

http://electronicdesign.com/Articles/Index.cfm?AD=1&ArticleID=5535

http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/7450321.stm

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s